Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

A Utopia da Miséria por Sergio Sao Bernardo

Grande e portentoso o Plano BRASIL SEM MISÉRIA do Governo Dilma. Tenta complementar aquilo que, no Governo Lula, se chamou de programa de desenvolvimento social focado no combate à miséria e à pobreza. Ainda que, no conjunto, tais políticas guardem limites estruturais pelo convívio quase impossível em um cenário econômico de mecanismo com nítido corte liberal e excludente, e, ao mesmo tempo de mecanismos com fortes conteúdos equalizadores da riqueza social. O Plano tenta alcançar as dimensões da transferência de renda, de acesso a serviços públicos e de inclusão produtiva, e acaba por sugerir quem são os seus maiores beneficiários: crianças negras e pardas nordestinas.

Os recentes dados do Censo 2010 apenas confirmam uma constatação já longamente festejada: as condições de miserabilidade do Brasil têm cor, idade, e região geográfica. São 16 milhões de miseráveis, e destes cerca de 76% se concentram no Norte e Nordeste; entre os extremamente pobres, mais da metade tem menos de 19 anos;…